PASTOR TAMBÉM É GENTE!

COMO COLOCAR EM PRÁTICA OS PLANOS PARA 2018
10/01/2018
O QUE OS PASTORES PODEM APRENDER COM A DISNEY
17/01/2018

             

Pastores não são super-homens!  Também choram, sofrem, passam por dificuldades.  Infelizmente, na mente de muitas pessoas, existe a ilusão de que todo pastor é alguém que tem todas as respostas e que a família pastoral é sempre perfeita. Ledo engano.  Por causa deste pensamento, muitos pastores são solitários.  Geralmente, vivem rodeados de pessoas, sempre sendo requisitados para festas, aniversários, casamentos, eventos, porém acabam isolados lutando sozinhos com seus desafios e problemas.

A crise da liderança em nossos dias passa por esta questão.  Os pastores estão sempre aconselhando, carregando os fardos da congregação, lidando com os problemas alheios, sendo que ninguém se interessa pelos problemas do pastor, pelas suas lutas pessoais e familiares e até mesmo pelas crises espirituais que todos estão sujeitos a enfrentar.   Vejam a seguinte pesquisa, feita nos Estados Unidos, mas que pode representar um pouco de nossa realidade brasileira:

  • 90%disse que o ministério é completamente diferente do que eles pensavam que seria.
  • 70%dizem que sofrem de baixa autoestima.
  • 40%relatam ter conflitos com membros da igreja pelo menos uma vez por mês.
  • 85% disseram que seu maior problema é que eles estão cansados ​​de lidar com pessoas problemáticas e/ou descontentes, como presbíteros, diáconos, líderes de louvor, equipes de louvor, outros líderes e pastores auxiliares.
  • 40% afirmam que pensaram em deixar seus pastorados nos últimos três meses.
  • 70% não têm alguém que consideram um amigo próximo.
  • 50%acreditam que seu ministério não vai durar mais 5 anos.
  • 70%sentiram que Deus os chamou para o ministério pastoral antes de seu ministério começar, mas após três anos de ministério, apenas 50% ainda se sentia chamado.
  • 000novas igrejas abrem todo ano e 7.000 igrejas fecham.
  • 50%dos pastores sentem-se tão desanimados que deixariam o ministério se pudessem, mas não têm outra maneira de ganhar a vida.
  • 45,5% dos pastores dizem que estão deprimidos ou tiveram um ‘burnout’ e, se pudessem, tirariam uma licença médica por algum tempo.
  • Mais de 700pastores abandonaram o ministério a cada mês do ano passado (nos EUA).
  • Mais de 500pessoas por dia deixaram a igreja no ano passado (nos EUA).

Instituto Fullher –  George Barna

Vejam algumas razões urgentes pelas quais os pastores precisam de amizade, apoio e ajuda:

Pastores precisam de amigos e de apoio para crescerem.  Através da troca de informações, de experiências, todo líder pode crescer, não somente ministerialmente, como também na vida pessoal.  Este intercâmbio salutar de projetos e ideias produz pastores excelentes, que estão sempre dispostos a fazerem de forma melhor aquilo que desempenham

Pastores precisam de amigos para proteção.  É melhor confessar uma tentação do que um pecado.  É triste saber que a maioria dos pastores não possuem um amigo, ou alguma estrutura que lhe propicie abrir o coração e compartilhar suas lutas e suas tentações. O resultado é o grande percentual de líderes que acabam tendo falhas morais, o que poderia ser evitado, se este líder possuísse alguém para lhe ajudar.

Pastores precisam de amigos para receberem apoio, cuidado. Como um ser humano qualquer, o pastor não é um super-homem, alguém que não tenha nenhuma necessidade. Assim como qualquer pessoa e membro da Igreja, o pastor precisa também ser pastoreado e cuidado, juntamente com sua família.

Termino este texto fazendo duas perguntas para você, querido pastor:

  • Você tem um amigo com quem você possa abrir o coração e contar suas lutas?
  • Você tem, um mentor ou discipulador a quem você presta contas da sua vida?

 

Se você respondeu negativamente a essas perguntas, você está correndo perigo!  Ore e peça a Deus alguém para ocupar este lugar na sua vida.  Não ande sozinho.  Não fique desprotegido.  Sua igreja e sua família irão te agradecer!

 

Pastor  Ruimar Fonseca

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *