A ORAÇÃO QUE DEUS RESPONDE

A IGREJA COMO CORPO DE CRISTO
30/01/2017
OS SEGREDOS DO CRESCIMENTO
01/02/2017

 

Tiago iniciou o seu livro falando de oração (Tiago 1:5) e termina o seu livro, também falando de oração.

Segundo a história, Tiago era tão dedicado a oração que seus joelhos criaram calos. Então, aprenderemos sobre a oração com alguém que tinha experiência sobre o assunto.  Com um  especialista !

Para que nossas orações sejam respondidas, precisamos estar bem com os outros e com Deus !

– Tiago começa falando sobre 3 situações nas quais devemos orar:

O texto fala sobre a oração eficaz ( v.16) portanto, existe também a oração ineficaz. Já aprendemos sobre ela (4.3) é a oração por motivos errados e quando abrigamos ressentimento, mágoa, dentro do nosso coração.

1) No sofrimento –v. 13

2) Na alegria v.13

3) Na doença  v.14

1- A ORAÇÃO QUE TRÁS CURA :

Era como se Tiago estivesse falando para aqueles que abrigaram ressentimentos, iras e contendas no coração, que lutavam contra os outros, cheios de inveja e ambição egoísta. Isto estava fazendo com que eles adoecessem, não somente fisicamente, mas também emocionalmente e espiritualmente.

O pecado adoece o homem. Adoece o corpo de Cristo. A falta de comunhão, de perdão, produz a doença tanto da alma como do corpo.

O que eles deveriam fazer ?

  • Reconhecer a autoridade espiritual – v.14

 

Presbíteros eram os anciãos, os líderes espirituais da Igreja, os pastores da Igreja. Reconhecer quem é a autoridade espiritual sobre nossa vida trás a cura para nossas doenças !

 

  • Confessar os pecados uns aos outros – v.14

“ Se teu irmão pecar contra ti, vai arguí-lo entre ti é ele só. Se ele te ouvir , ganhaste a teu irmão “  Mateus 18: 15

 

  • “ Portanto “ Não todo pecado mas sim aquele que se comete contra o irmão. Confessar é concordar, aqui envolve o pedido de perdão, o reconhecimento do erro. Tudo que quebra a comunhão entre os irmãos é pecado ! Pode adoecer a alma e o corpo !

 

  • Orar uns pelos outros – v16 Em vez de criticar, invejar, cobiçar, precisamos aprender a orar uns pelos outros. É a melhor forma de abençoar o irmão. Troque sua crítica, sua reclamação por oração. Abençoe os outros com sua oração.

2- A ORAÇÃO QUE GLORIFICA A DEUS:

Tiago cita o exemplo de Elias no A.T. mostrando que, Deus respondeu suas orações não porque ele era perfeito, pois tinha as mesmas debilidades do que nós. Inclusive chegou pedir a própria morte !

Infelizmente hoje, alguns querem insinuar que suas orações são “especiais” mais poderosas, porque se intitulam  grandes homens de Deus, fazendo o povo acreditar em amuletos e rituais.  Não é isto que a Bíblia ensina.

Quem é o justo ? Não é o perfeito. Justo aqui é a pessoa sinceramente comprometida com Deus e que de coração busca fazer a sua vontade.

Porque Deus respondeu as orações de Elias ?

  • Porque Ele possuía um coração íntegro : Ou seja, Tiago está repetindo o que falou em outras partes. Que o homem de coração dobre (1:8) não alcançará nada do Senhor. A Mensagem de Elias era: Só o Senhor é Deus. Até quando coxeareis entre dois pensamentos ?
  • Porque orou fervorosamente, intensamente, sem desistir. A Bíblia diz que Elias orou 7 vezes, com fervor, para que chovesse.
  • Ele orou para a Glória de Deus : As orações de Elias foram para que o nome do Senhor fosse glorificado. Era uma batalha espiritual entre Deus e Baal, e Elias era o representante do Deus de Israel

 

  • Ele orou de acordo com a Palavra do Senhor : veio a Elias a Palavra do Senhor

Na oração do Pai nosso ( Mateus 5) Jesus ensina a mesma coisa. A oração começa com o nome de Deus e depois nossas necessidades são supridas.  Jesus manda que perdoemos e seremos livres do mal !

A oração tem mais a ver com a Glória de Deus do que com as necessidades humanas !

Tiago nos sugere a orar e interceder pelos outros:

  • Pelos que sofrem – oremos principalmente pela Igreja perseguida
  • Pelos enfermos – Muito pode realizar nossas orações
  • Por nossa nação – Para que Deus destrua o espírito de idolatria e vivamos um despertamento espiritual como nos dias de Elias
  • Pelos afastados –

Os comentários estão encerrados.